terça-feira, 23 de março de 2010

....nosso destino é sempre nos encontrar!





Zé: Vortô pra ficá, né?
Maria: Não,acho q minha sina é sempre caminhá
Zé: Tu carece é de criar raíz minina
Maria: Num fala assim Zé,eu sinto q andei,andei, andei e num cheguei a lurgá nenhum,sinto q um tanto de coisa eu perdi e um tanto de coisa eu num consegui achar... Viver é assim mermo Zé?Essa coisa doida que muda sempre?A separação de quem a gente quer?Andança sem parar Zé?Parece tudo sonho.Viver é isso Zé?E o amor Zé,qdo é de verdade?E felicidade Zé,qdo é de verdade?
Zé: Ói,a felicidade é o contrario do amor né?A felicidade..
Maria: E na vida Zé,o q vem depois da morte?
Zé: Num sei.A gente só sabe perguntá,num sabe responder não
Maria: Acho q meu destino é sempre fazer o caminho de vorta.Adeus Zé!
Zé: Mas será pussivi minina q nossa sina seja sempre se dispidi
Maria: É não Zé!Nossa sina é sempre se incontrá.

***********************************************************

Adespois de tanto amor, de tanto beijo gostoso e tanto chero cheroso nós briguemo. Briguemo como se deve de brigá e na despedida inté se xinguemo, Eu te odeio, eu te desprezo, baba de cururu, mandinga de sapo seco cê vai pro norte que eu vou pro sul, nunca mais quero te ver, nunca mais quero te ver nem pintada de carvão lá no fundo do quintal.
E se algum dia, Deus me livre se algum dia contigo eu sonhá, eu acordo e faço três cruz, é cruz é cruz e écruz.
O Brasil é bem grande dá bem pra nós separá, eu engolí um saluto e ela ingoliu bem uns quatro e carquemo o pé no mato!
Mas um dia, um, dia nós se encontremo, num é bom nem recordá eu parti pra riba
dela com fogo aceso no olhar ela me deu um arrocho, que se eu não fosse
cabra froxo tava aqui em dois pedaço. E tanto cheiro cheiroso, e foi tanto beijo gostoso que nós nem se alembremo, o Brasil é pequeno e num dá pra nos separá...

Um comentário:

  1. Mi, adorei a história do zé e da maria. Temos que olhar o outro lado dos acontecimentos. Como que a vida da gente é cheio de partidas e reencontros, e muitas vezes voltamos para o marco zero de nossas vidas, isso em muitas coisas, com o amor, com a família, com os amigos...pois ainda somos os mesmo...e vivemos como nossos pais. Beijo grande.

    ResponderExcluir