quinta-feira, 17 de junho de 2010

Ouvir sem escutar!



Vou começar o texto com um trecho da Martha Medeiros que diz:
"_ Te cuida! (dissera ele)

e eu ouvi como se fosse um:

_ Te amo!"

Por que nós mulheres fazemos isso? fazemos isso o tempo todo, as pessoas, ou melhor, eles, os homens, quando falam com a gente não escutamos o que eles dizem, mas o que gostaríamos de ouvir....até eu caio nessa de ouvir sem escutar.....a gente tá sempre acreditando que dessa vez vai ser diferente, ou que comigo vai ser diferente, e no fundo as histórias se repetem, o personagem é que pode ser diferente! Eu carrego muitos sentimentos dentro do coração, mas tô sempre achando que não é a hora certa pra deixá-los sair....tô sempre pensando que não vai ser esse o merecedor do melhor que tenho a oferecer.....tô sempre pensando que eu poderia ter tentado mais um pouquinho, ter insistido mais um pouquinho....eu que acho tudo tão banalizado ultimamente, eu que discurso aos quatro ventos que as pessoas desistem muito fácil umas das outras, que as pessoas não aturam mais nada em relação ao outro, também entrei no mesmo ritmo.....eu também me acostumei com a solidão....eu também me acostumei a não dividir nada....eu também estou me tornando dura e descrente.....mas ainda penso em meus devaneios noturnos de insônias cotidianas que em algum lugar alguém tem a missão de me fazer mudar todos esses conceitos....de despertar meu desejo de dividir minhas histórias, meus gostos, meus sonhos, minha vida...essa semana teve um olhar diferente....mas será que olhei sem interpretar? Será que ouvi sem escutar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário