quinta-feira, 10 de junho de 2010


Esqueça..se ele não te ama
Esqueça..se ele não te quer
Não chore mais, não sofra assim



'Desistir?

Eu já pensei seriamente nisso, mas nunca me levei realmente a sério.
É que tem mais chão nos meus olhos
do que cansaço nas minhas pernas,
mais esperança nos meus passos
do que tristeza nos meus ombros,
mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça.'


[Cora Coralina]

De novo vai passar!





Essa noite a insonia resolveu me visitar, ela sempre aparece quando penso demais em você...ou melhor, quando penso demais em nós dois....tínhamos tudo pra dar certo, mas não foi bem assim que as coisas acabaram acontecendo, agora até acredito que tínhamos tudo pra dar errado, e essa sentença se cumpriu.
Fico tentando relembrar mentalmente onde foi o meu erro, onde foi o seu erro, onde erramos juntos?
Sei que é preciso seguir, afinal a vida não pára pra gente sofrer, não tem como dar um pause e morrer de chorar embaixo dos endredons, e aí quando tudo tiver virado só lembrança de novo dentro da gente novamente apertar o play.
Eu queria mesmo era que você pudesse me enxergar assim como te vejo, mas sei que você vê em mim uma mulher que é tão petulante que chega cansar. Mas ser assim é o meu dom, querer demais é minha sina. Eu aprendi que posso e devo cobrar só o melhor, por isso não quero mais me contentar com desculpas esfarrapadas, ligações que não acontecem, não quero mais ficar ao lado do celular esperando que ele toque e ele simplismente fica mudo. Não quero mais ser deixada de lado porque existe coisas mais atraentes no seu ponto de vista! Você tá sempre fazendo tudo isso, porque sabe que estarei aqui te esperando, mas agora acabou! Chega!
Não vou esperar mais, vai doer te matar dentro de mim, vai doer ter que olhar pra você sem poder sentir seu abraço, vai doer, mas passa....passa como todas as dores por maiores que sejam.
E assim ficamos de novo separados....quem sabe até amanhã....quem sabe pra sempre!



E QUE VENHA O HEXA!!!! \0/


E a copa chegou......!!!!
Pensamentos positivos para que nossos guerreiros vençam a guerra!

♫ Gol de placa, de trivela, no cantinho, pra desempatar,
É de letra, de cabeça, bicicleta, pra comemorar,

A bola vai rolar! Entre a camisa e o coração! Grito lá do fundo então,
É campeão! É campeão!

E quando ela rola, o mundo pára, só na torcida sem respirar,
E quando ela passa pelo goleiro, o Brasil inteiro vai comemorar!

Comemorar! Comemorar! ♫



"E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti
."



Não gosto da vida em banho-maria... gosto de fogo, pimenta, alho, ervas, por um triz não sou uma bruxa!(Martha Medeiros)

quarta-feira, 9 de junho de 2010




"Hoje eu não quero sentir dor. Não quero nada, essa estrada eu já sei aonde vai dar. Vai dar em nada, não quero ir, nem voltar... Fico com ar de quem espera um aceno, um sinal... Hoje eu não quero dor, hoje eu não quero flor, não quero nada que rime com o amor..."


"Todos nós amamos, erramos ou julgamos mal...
Todos nós já fizemos uma coisa quando o coração mandava fazer outra...
Então, qual a moral disso tudo?
Nem tudo sai como planejamos portanto, uma coisa é certa...
Não continue pensando em suas fraquezas e erros, faça tudo que puder para ser feliz hoje!
Não deite com mágoas no coração.
Não durma sem ao menos fazer uma pessoa feliz!
E comece com você mesmo!"

(Martha Medeiros)



"Todo mundo ama um dia, todo mundo chora. Um dia a gente chega, no outro vai embora.
Cada um de nós compõe a sua história. E cada um em si que carrega o dom de ser capaz de ser feliz!!"

terça-feira, 8 de junho de 2010

Preste atenção!





“Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.


Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você esta esperando desde o dia em que nasceu.


Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d´água neste momento, perceba: Existe algo mágico entre vocês.


Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino… O Amor.


Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.


Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar suas lágrimas e enxuga-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.


Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela tivesse ali do seu lado…


Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados…


Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que esta marcado para noite…


Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado…


Se você tiver certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver convicção que vai continuar sendo louco por ela…


Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.


Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixa-lo acontecer verdadeiramente.


Por isso, preste atenção nos sinais!!


Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O Amor .”

segunda-feira, 7 de junho de 2010

***






TENHA FÉ!




Penso, com mágoa, que o relacionamento da gente sempre foi um tanto unilateral, sei lá, não quero ser injusto nem nada - apenas me ferem muito esses teus silêncios. Seria tão bom se nos pudéssemos relacionar sem que nenhum dos dois esperasse absolutamente nada.. mas infelizmente nós, a gente, as pessoas, têm, temos - emoções.




"Escuta o teu coração, ele conhece todas as coisas; pois onde ele estiver, é onde está o teu tesouro." Paulo Coelho

*****



Quem sou eu: Eu?
Alguém passando pela vida e deixando uma trilha... quem vier depois de mim... seja esperto e vá por outro caminho!
Descobrir, aventurar-se... isso é viver, seguir os outros... isso é apenas existir

****








“Não faz diferença se você vem amanhã ou não vem. Desisti de esperar por alguém cuja ausência me faz companhia.”

A IMPONTUALIDADE DO AMOR






"Você está sozinho. Você e a torcida do Flamengo. Em frente a tevê, devora dois pacotes de Doritos enquanto espera o telefone tocar. Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha.

Trimmm! É sua mãe, quem mais poderia ser? Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada. Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase galinha, sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver. Por que o amor nunca chega na hora certa?

Agora, por exemplo, que você está de banho tomado e camisa jeans. Agora que você está empregado, lavou o carro e está com grana para um cinema. Agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz. Agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio.

O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina. Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. Ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. Toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos outros. Sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida. O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.

O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste. Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro. Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole. O amor está em todos os lugares, você que não procura direito.

A primeira lição está dada: o amor é onipresente. Agora a segunda: mas é imprevisível. Jamais espere ouvir "eu te amo" num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir "eu te amo" numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. Idealizar é sofrer. Amar é surpreender."

Martha Medeiros


e como diria a música:
Eu procuro um amor
Que ainda não encontrei
Diferente de todos que amei...

Nos seus olhos quero descobrir
Uma razão para viver
E as feridas dessa vida
Eu quero esquecer...

Pode ser que eu a encontre
Numa fila de cinema
Numa esquina
Ou numa mesa de bar...

Procuro um amor
Que seja bom prá mim
Vou procurar
Eu vou até o fim...

E eu vou tratá-la bem
Prá que ela não tenha medo
Quando começar a conhecer
Os meus segredos...

Crônica do Amor




eu adoro esse texto....são as maiores verdades ditas de forma simples!


"Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no
ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a
menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama
este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura
por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa."

Arnaldo Jabor