quinta-feira, 17 de junho de 2010





mas o tema musical hoje é :


Só Hoje
Jota Quest

Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito
Nem que seja só pra te levar pra casa
Depois de um dia normal...

Olhar teus olhos de promessas fáceis
E te beijar a boca de um jeito que te faça rir
(que te faça rir)
Hoje eu preciso te abraçar...
Sentir teu cheiro de roupa limpa...
Pra esquecer os meus anseios e dormir em paz!
Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua!
Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria...
Em estar vivo.
Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar...
Me dizendo que eu sou o causador da tua insônia...
Que eu faço tudo errado sempre, sempre.
Hoje preciso de você
Com qualquer humor, com qualquer sorriso
Hoje só tua presença
Vai me deixar feliz
Só hoje
Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua!
Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria...
Em estar vivo.
Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar...
Me dizendo que eu sou o causador da tua insônia...
Que eu faço tudo errado sempre, sempre.
Hoje preciso de você...
Com qualquer humor, com qualquer sorriso!
Hoje só tua presença...
Vai me deixar feliz.

Só hoje



Porque pra mim não tem música mais bonita!!!!

All Star
Cássia Eller
Composição: Nando Reis

Estranho seria se eu não me apaixonasse por você
O sal viria doce para os novos lábios
Colombo procurou as índias
Mas a terra avistou em você
O som que eu ouço são as gírias do seu vocabulário
Estranho é gostar tanto do seu all star azul
Estranho é pensar que o bairro das Laranjeiras
Satisfeito sorri quando chego ali
E entro no elevador
Aperto o 12 que é o seu andar
Não vejo a hora de te encontrar
E continuar aquela conversa
Que não terminamos ontem
Ficou pra hoje

Estranho mas já me sinto como um velho amigo seu
O seu all star azul combina com meu preto de cano alto
Se o homem já pisou na lua
Como ainda não tenho seu endereço?
O tom que eu canto as minhas músicas pra tua voz
Parece exato
Estranho é gostar tanto do seu all star azul
Estranho é pensar que o bairro das laranjeiras
Satisfeito sorri quando chego ali
E entro no elevador
Aperto 12 que é o seu andar
Não vejo a hora de te encontrar
E continuar aquela conversa
Que não terminamos ontem
Ficou pra ...Laranjeiras

Satisfeito sorri quando chego ali
E entro no elevador
Aperto o 12 que é o seu andar
Não vejo a hora de te encontrar
E continuar aquela conversa
Que não terminamos ontem
Ficou pra hoje

Ouvir sem escutar!



Vou começar o texto com um trecho da Martha Medeiros que diz:
"_ Te cuida! (dissera ele)

e eu ouvi como se fosse um:

_ Te amo!"

Por que nós mulheres fazemos isso? fazemos isso o tempo todo, as pessoas, ou melhor, eles, os homens, quando falam com a gente não escutamos o que eles dizem, mas o que gostaríamos de ouvir....até eu caio nessa de ouvir sem escutar.....a gente tá sempre acreditando que dessa vez vai ser diferente, ou que comigo vai ser diferente, e no fundo as histórias se repetem, o personagem é que pode ser diferente! Eu carrego muitos sentimentos dentro do coração, mas tô sempre achando que não é a hora certa pra deixá-los sair....tô sempre pensando que não vai ser esse o merecedor do melhor que tenho a oferecer.....tô sempre pensando que eu poderia ter tentado mais um pouquinho, ter insistido mais um pouquinho....eu que acho tudo tão banalizado ultimamente, eu que discurso aos quatro ventos que as pessoas desistem muito fácil umas das outras, que as pessoas não aturam mais nada em relação ao outro, também entrei no mesmo ritmo.....eu também me acostumei com a solidão....eu também me acostumei a não dividir nada....eu também estou me tornando dura e descrente.....mas ainda penso em meus devaneios noturnos de insônias cotidianas que em algum lugar alguém tem a missão de me fazer mudar todos esses conceitos....de despertar meu desejo de dividir minhas histórias, meus gostos, meus sonhos, minha vida...essa semana teve um olhar diferente....mas será que olhei sem interpretar? Será que ouvi sem escutar?

quarta-feira, 16 de junho de 2010



"Alguém q era grande no passado, vai ficando pequeno no presente. O tempo, de novo, dando a devida proporção aos meus afetos e desafetos."

Eu desisti!




Pois é, eu estava lá, sempre....esperando que você resolvesse perceber que é real o quanto gosto de você...mas sabe, tem certas esperas que cansam...e eu cansei. Quando você resolver me procurar já não estarei mais lá....é doído desistir de alguém, mas é mais doído ainda ficar esperando por quem não vem...! Jamais poderás me culpar de não ter tentado, e quem sabe o meu tentar demais é que foi errado! Eu queria te salvar de você mesmo, mas isso não é possível, quem sabe um dia você se encontre e então poderá encontrar alguém pra você, por enquanto essa sua busca perdida e vazia por algo que nem você mesmo sabe o que é, vai dando em nada...ou melhor, vai dando em sofrimento, pra mim e pra você....!
Mas eu não quero mais, decidi desocupar o lugar, e dessa vez é definitivo, eu sou do tipo que demora pra decidir as coisas, mas quando a decisão vem é pra valer!
Então me despeço de ti desejando que você se encontre logo, que você seja feliz... e que guarde as lembranças de uma história que poderia ter sido....mas não foi! Não dessa vez!


Chico Xavier costumava ter em cima da sua cama uma placa escrita:
ISSO TAMBÉM PASSA!
Então perguntaram a ele o porquê disso...Ele disse que era para que quando estivesse passando por momentos dificeis, se lembrar de que eles iriam embora, iriam passar e que ele estava vivendo, isso só por algum motivo.

Mas essa placa também era para lembra-lo de que quando estivesse muito feliz, não deveria deixar tudo para trás e se deixar levar, porque esses momentos também iriam passar e momentos dificeis viriam novamente.É exatamente disso que a vida é feita, "MOMENTOS."
Momentos que temos que passar, sendo bons ou não, para o nossa própria aprendizagem nunca esquecendo do mais importante:


NADA NESSA VIDA É POR ACASO!



"Eu acredito é em suspiros, mãos massageando as costas, o peito ofegante de saudades intermináveis, em alegrias explosivas, em olhares faiscantes, em sorrisos com os olhos, em abraços que trazem paz pra minha vida.Acredito em coisas sinceramente compartilhadas.Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma, no toque mesmo, na voz, ou no conteúdo.Eu acredito em profundidades."

segunda-feira, 14 de junho de 2010






" Eu queria arrancar o romantismo de dentro de mim. Queria que meus anticorpos se tocassem e partissem para o combate contra todo esse blá blá blá de amor.
Cansei de esperar a declaração de alguém como nos filmes e livros, ninguém está esperando pra me dizer que me amou a vida toda. Cansei de me apaixonar por olhos piedosos, de viver a espera de alguém que talvez nem exista, cansei! "- Vêronica H.




"Tenho vontade de pedir a ele uma DEFINIÇÃO. Ou me quer e vem, ou não me quer e não vem. Mas me diga logo para que eu possa desocupar o coração. Avisei que não dou mais nenhum sinal de vida. E não darei. Não é mais possível. Não vou me alimentar de ilusões. Prefiro reconhecer com o máximo de tranqüilidade possível que estou só do que ficar à mercê de visitas adiadas, encontros transferidos. No plano REAL: que história é essa? No que depende de mim, estou DISPOSTA e ABERTA. Tenho que perguntar a ele o que ele sente. Que me diga. Que eu tomarei o silêncio como um não e ficaria também em silêncio." (Caio F. Abreu)

(...) Andei amando loucamente, como há muito tempo não acontecia. De repente a coisa começou a desacontecer. Bebi, chorei, ouvi Maria Bethânia, fumei demais, tive insônia e excesso de sono, falta de apetite e apetite em excesso, vaguei pelas madrugadas, escrevi poemas (juro). Agora está passando: um band-aid no coração, um sorriso nos lábios – e tudo bem. Ou: que se há de fazer.(Caio Fernando Abreu)