quarta-feira, 28 de julho de 2010




"Somos donos de nossos atos,
mas não donos de nossos sentimentos;
Somos culpados pelo que fazemos,
mas não somos culpados pelo que sentimos;
Podemos prometer atos,
mas não podemos prometer sentimentos...
Atos sao pássaros engailoados,
sentimentos são passaros em vôo."

Mário Quintana

terça-feira, 27 de julho de 2010




“Penso sempre que um dia
a gente vai se encontrar de novo, e que então tudo vai ser
mais claro, que não vai mais haver medo nem coisas falsas.
Há uma porção de coisas minhas que você não sabe,
e que precisaria saber para compreender todas as vezes
que fugi de você e voltei e tornei a fugir.
São coisas difíceis de serem contadas, mais difíceis
talvez de serem compreendidas - se um dia a gente se encontrar de novo,
em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso.”

Caio F. Abreu

"Quem dobrou seu pára-quedas hoje?"





Todos nós temos alguém cujo trabalho é importante
para que possamos seguir adiante.
Precisamos de muitos pára-quedas durante o dia:
um físico, um emocional, um mental e até um espiritual.
Ás vezes, nos desafios que a vida nos apresenta diariamente,
perdemos de vista o que é verdadeiramente importante
e as pessoas que nos salvam no momento oportuno
sem que lhes tenhamos pedido.
Deixamos de saudar, de agradecer, de felicitar alguém
ou simplesmente de dizer algo amável.
Hoje, esta semana, cada dia, procure dar-se conta
de quem prepara seu pára-quedas e agradeça.
As pessoas ao seu redor notarão esse gesto
e te retribuirão com o mesmo afeto.
Porque todos nós precisamos uns dos outros,
às vezes as coisas mais importantes da vida
dependem apenas de ações simples:
um telefonema, um sorriso, um agradecimento,
um "gosto de você", um "te amo".

___Charles Plumb



_ Eu vou morar em você...
_ Em mim? Mas essa casa precisa de tantas reformas!
_ Mas enquanto você dormia eu fiz um “puxadinho” aí dentro!
_ E a gente vai viver de quê?
_ De arredondar palavras...
( Mais tarde, deitada em cima das costas dele):
_ O que você está fazendo aí em cima?
_ Estou tomando sol na laje!

Marla de Queiroz



"Porque Deus quando me mostrou você, sabia a porção exata que faltava em mim"
(Patty Vicensotti)

segunda-feira, 26 de julho de 2010






"Não tenha medo do sofrimento, pois nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca dos seus sonhos"(Paulo Coelho)




"No momento em que eu virar na tua direção, meu quase não será mais dúvida, mas sim uma resposta da minha permissão, uma entrega.
Segue meus passos de leve, recolha as pistas de mim.

Eu estou ali, logo adiante, diminuindo o ritmo para que me alcances..."

(Lí e não achei o autor! mas combina muito com "meu momento"!)

E você me desperta sentimentos adormecidos!




Sinto que algo mudou, num minuto você era assim o carinha que povoava meus pensamentos, no outro o carinha que passou a povoar meu coração!
Na hora pensei em Nando Reis cantando:
"Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir", mas aí All Star na voz de Cassia Eller ecoava: "Estranho seria se eu não me apaixonasse por você!"
Estou sentindo medo, há muito não tinha esse sentimento, ou melhor, há tempos outra pessoa não me fazia sentir assim!
Tenho medo de perder o mínimo que já temos: amizade e caso esporádico, secreto, intenso, ardente!
É que seu sorisso torna meu dia mais colorido, sua nuca tem o cheiro mais gostoso que já senti, seu abraço me conforta e protege!
Descobri de repente, olhando nos seus olhos, que estou apaixonada, que estou gostando de verdade, querendo-te bem, pensando em você nos momentos mais improváveis, sentindo ciúmes do que você viveu antes de mim!
Não posso mais manter em segredo esses sentimentos todos, afinal "Tá no jeito de olhar....Na expressão do sorriso....Estampado na cara" o quanto você me faz sair do centro e perder meu equilíbrio....apelei pros céus....pedi a Deus que atenda mais esse pedido e que toque seu coração fazendo você sentir o mesmo....escutei um anjo dizendo amém!
Vou esperar e desejar....pra poder reescrever daí com o belo final feliz!