segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011



Eu mais uma vez me pergunto como é mesmo que se faz a coisa mais profunda do mundo com total superficialidade. Como é que se ama sem amor? Como é que se entrega de dentro de uma prisão? Nunca soube. [TatiBernardi]

Nenhum comentário:

Postar um comentário